quinta-feira, 18 de novembro de 2010

O novo Sarkozy

Quando um político atravessa a sua maior crise de popularidade, um refrescamento, uma renovação, uma remodelação, fazem parte da cartilha da comunicação política.

Em França, Nicolas Sarkozy, político que admiro há muitos anos, criticado pela hiperactividade e sendo um Presidente num sistema presidencialista, decidiu remodelar o Governo.

Houve quem falasse em «remodelação pessoal» após a entrevista pessoal do inquilino do Eliseu à televisão (veja aqui). Um Sarko calmo e tranquilo que quer dar uma nova vitamina de confiança a um país que parece perder a confiança nele.

Sarko diz que tem aprendido com a sua estada no poder, mas é um risco quando um político tenta mudar em 180º a pele que habitualmente veste. Sarko é uma marca de firmeza, de combate, de político duro, nada brando. Quando aparece como um monge é difícil de acreditar. Não está na sua pele. Vamos ver os próximos passos.

Sem comentários:

Publicar um comentário