quarta-feira, 8 de junho de 2011

«Eu adoro-vos!»

Afinal, o animal feroz era mesmo sentimental.

Foi assim que Sócrates se despediu ontem dos seus camaradas socialistas.

Sem comentários:

Publicar um comentário