quinta-feira, 16 de junho de 2011

Justiça sem vergonha

Não tenho grandes simpatias pelo Bastonário da Ordem dos Advogados, Marinho Pinto, mas não é por isso que deixo de reconhecer que o que hoje diz é duro mas é totalmente correcto.

Esta é uma das histórias mais inacreditáveis da Justiça portuguesa e uma das que mais rebenta com a sua reputação. É uma vergonha com todas as letras.

Sem comentários:

Publicar um comentário