quarta-feira, 8 de junho de 2011

Siza e Gehry

Não gosto de falar das reuniões privadas das câmaras com que colaboro. Há uma que já me deu oportunidade de estar a assistir muito perto aos projectos e às explicações pessoais de Frank Gehry e Siza Viera.

Os grandes arquitectos são os que constroem a paisagem urbana e vão com as suas obras deixar a nossa herança para gerações vindouras. São eles, os arquitectos, os criadores dos novos monumentos.

Nunca me esqueço de Frank Gehry a amarrotar uma folha de papel com as suas mãos, atirá-la ao ar, e o produto que caiu na mesa dizer ao jornalista: «dizem que é isto que é a minha arquitectura». É um personagem fenomenal.

Hoje, tive a ocasião de acompanhar a explicação de Siza sobre o seu projecto para o Chiado. A timidez de sempre, o ar granítico que sabemos andar pelo Douro e pela Invicta e aquela frase patusca afirmando que de Lisboa conhece muito bem é a Baixa e o Chiado. de resto...é mais Porto.

Estas são as experiências que contam e que ficam sempre na memória.

Sem comentários:

Publicar um comentário