quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Soares Franco abandonou e Godinho Lopes negoceia

Na sexta-feira, dia 30, escrevi este post. Como podem ler dei em primeira mão a possibilidade de Filipe Soares Franco abandonar a corrida à presidência da Federação Portuguesa de Futebol (FPF). A minha notícia demorou 4 dias a ser confirmada e o ex-Presidente do Sporting saiu de cena ontem à noite.

Como escrevi, não considerava Soares Franco um bom candidato e não era o candidato escolhido pelo nosso clube. Não gostei da movimentação de Soares Franco, de surpresa e quase contra os desejos do Sporting Clube de Portugal.

Godinho Lopes anunciou que o Sporting apoiaria Hermínio Loureiro. Fernando Gomes tornou-se o virtual novo presidente da FPF face aos avassaladores apoios que tem recolhido.

O Sporting fará bem em apoiá-lo, sobretudo se na sua lista estiver o mesmo Hermínio Loureiro. Hoje, tenho quase a certeza de o dizer, Godinho Lopes já sabe que Hermínio Loureiro fará parte da solução.

Se assim é, então porque não apoia já claramente? Explico: Godinho Lopes tem alguns defeitos, alguns que ele próprio assume com modéstia e fica-lhe bem. Mas tem úma virtude que os bons empresários possuem: é um exímio negociador.

Neste momento Godinho Lopes quer garantias para a arbitragem e é isso que está a tentar obter e assim fazer render o peixe da declaração do seu apoio que é o do Sporting. Está a fazer bem.

Julgo que Fernando Gomes é um nome credível para liderar a FPF, e vai ter uma excelente equipa na sua direcção, mas o Sporting quer estar nos poderes que controlam o futebol e naturalmente exige garantias no que toca à arbitragem. É isso que os sportinguistas exigem e Godinho Lopes está a saber ouvir o que vai no coração da nação leonina. O Sporting acabará por apoiar Fernando Gomes, mas só com garantias.

PS: Aproveito para dar uma palavra ao estratega em silêncio da candidatura de Fernando Gomes. Tem roçado a genialidade a organização e comunicação desta candidatura.

Sem comentários:

Publicar um comentário