terça-feira, 9 de outubro de 2012

A derrota de Cândida Almeida para PGR

Foram alguns meses de intensa campanha. Alguns processos travaram e chegou mesmo a dizer que «os políticos portugueses não eram corruptos». Foi uma bela operação de charme conduzida por Cândida Almeida que queria ser a Procuradora-Geral da República, como vários observadores notaram.

Quando foi anunciado que seria uma mulher, a primeira PGR da história, aguardei. Mas não era Cândida. Depois desta decisão, julgo que vários processos que, estranhamente, travaram vão reiniciar-se e outros serão acelerados. Vamos ver, então, se daqui a uns meses Cândida Almeida dirá que não há corrupção em Portugal.

Sem comentários:

Publicar um comentário