sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Duas notas sobre a venda do grupo editorial de Joaquim Oliveira

Qualquer empresário tem o direito de fazer os negócios que bem entende. Joaquim Oliveira decidiu vender o seu grupo editorial que passava por DN, JN, TSF, Jogo, Açoriano Oriental, DN Madeira e Jornal do Fundão. Os media são uma área de negócio muito sensível, pois a informação e a sua investigação são áreas sensíveis, e são fundamentais numa sociedade democrática. Deixo duas notas:

1- Mais um grupo vendido a angolanos e neste caso ainda desconhecidos. Um dia destes temos um monopólio angolano dos media portugueses, pois já angolanos entraram no capital da Impresa e da Cofina. Não é nenhuma xenofobia é apenas alguma aflição por não saber quem os controla, que interesses estão por trás destes investimentos. Que garantias temos de plena liberdade de informação?

2- Joaquim Oliveira fica apenas com a Sport Tv e com os direitos do futebol, que foram ao longo de décadas a sua jóia da coroa. Liberto das preocupações com o negócio dos media, Oliveira vai voltar a ser um player forte no mundo do futebol. Vamos ver que novidades este novo posicionamento trará.

Sem comentários:

Publicar um comentário