domingo, 12 de maio de 2013

A tensão do combate Jesus/Vitor Pereira: imagens do ano

O desporto proporciona magníficas imagens, não só dos atletas mas também de quem está fora de campo. Ontem, viveu-se quase uma final de um campeonato. Tudo se podia resolver ali.

Um passe de Liedson, um remate cruzado de um menino irreverente, Kelvin, e as duas imagens do ano ao mesmo tempo: Jorge Jesus cai, de joelhos, como que não acreditando na sorte, ou neste caso no azar, e Vitor Pereira correndo, chorando, como que agradecendo um milagre, uma benção.

A sorte premeia os audazes e o treinador do Porto foi mais audaz. A tensão do combate é brutal. Num segundo, essa tensão explode. Depois de uma semana de comunicação intensa nos media e de uma guerra psicológica sem quartel.

O desporto, neste caso o futebol, é tudo isto. Artistas, golos, adeptos, comunicação, psicologia. Por isso é que é o desporto-rei.

Sem comentários:

Publicar um comentário