sábado, 18 de maio de 2013

Os erros de comunicação de Cavaco, minha opinião no JN

O Jornal de Notícias ouviu-me ontem sobre os sucessivos erros comunicacionais de Cavaco Silva. Em causa foram as ridículas intervenções sobre Nossa Senhora na avaliação da troika e os erros de português numa visita ao Minho em que mencionou duas vezes a palavra «cidadões», que não existe.

O que disse foi simples: Cavaco Silva sempre teve dificuldades pessoais de comunicação e não é um comunicador. Concebeu a sua acção política centrada nos seus silêncios. Quando fala demais comete erros.

Depois, nota-se que lhe falta a sua muleta de anos, o Fernando Lima, há muito afastado por ele do seu "inner circle" e sempre foi o seu homem de confiança na comunicação. Hoje em dia, Cavaco julga que pode controlar tudo, mas são poucos os que o aconselham e ainda menos os que ele ouve.

Por último,  tolerância dos portugueses com os políticos é nula e ele é um dos responsáveis por esse facto. E sem essa tolerância, os erros sobressaem muito mais.

Sem comentários:

Publicar um comentário