quinta-feira, 16 de maio de 2013

Carta ao dr. António Mexia

Conheço o dr. António Mexia, tenho uma boa relação e simpatia por ele. Tem várias características que fazem dele um bom líder.

Mas há uma coisa que ele deveria saber: não se deve falar de chaminés se não se percebe nada de chaminés. Ele não é um homem de futebol, nem liga muito, logo, ao pronunciar-se sobre futebol e criando um soundbyte polémico corria o risco de ser aproveitado, gozado e menosprezado. Foi o que aconteceu.

António Mexia fica associado ao fracasso, à semana do minuto 92 do Benfica, quando afirmou que era bom para o PIB a vitória do clube no campeonato. Neste momento o PIB, segundo as palavras dele, ficou afectado. Pinto da Costa gozou e adeptos de outros clubes marcaram-no, pois no futebol há tribos, não é propriamente o universo da Experimenta Design.

Mexia tem muita gente competente a trabalhar com ele. Está o Paulo Campos Costa e o Sérgio Figueiredo, por exemplo, entre muitos outros na área de comunicação. Mas há uma linha que separa os jornalistas de consultores de comunicação.

Nem todos os jornalistas têm talento para serem especialistas em comunicação, nem todos os consultores de comunicação dão bons jornalistas. António Mexia até ouve conselhos, tem esse cuidado. Da próxima vez, aconselhe-se melhor para evitar cair no ridículo, Já caíu.

Sem comentários:

Publicar um comentário