sexta-feira, 20 de setembro de 2013

As mãos de Merkel e o dedo do meio espetado

O SPD não tem um líder forte desde Gerhard Schroeder e o actual era pouco conhecido mundialmente até ao momento que fez capa de uma publicação com o dedo do meio espetado. Foi a morte do artista, apesar de já se prever a vitória da CDU.

A comunicação política, após o erro do adversário, num belo outdoor que pode ver aqui, de Angela Merkel fixou-se nas mãos dela. Dando a ideia de serenidade, de não trocar o certo pelo incerto, Na comunicação política a crise gera oportunidades e a CDU aproveitou magnificamente.

Sem comentários:

Publicar um comentário