terça-feira, 10 de setembro de 2013

Obama é um anjo, Putin uma besta. Mas...

A Barack Obama, sem nada ter feito por isso, deram-lhe um Nobel da Paz. Tem sido um fraco presidente, mas todo o mundo se rendeu à sua oratória de teleponto e às técnicas da mesma de qualquer tele-evangelista.

Vladimir Putin é uma besta. Posa de tronco nú, convive com a corrupção dos oligarcas russos, é um ex-urso feroz oriundo do KGB, é odiado pelo mundo.

Mas...neste conflito da Síria, Obama quis a guerra qualquer custo, contra a opinião dos americanos e até dos Republicanos que nunca renegam uma intervenção militar, contra a opinião de toda opinião pública mundial. Há uma semana que anunciava a intervenção e já tinha a cartilha da preparação mediática construída, para avançar contra Assad sem saber muito bem o que ia dar no dia seguinte um novo conflito.

A "besta", aliada tradicional do regime sírio, por essa aliança, sempre recusou uma intervenção militar, mas sugeriu e avançou para uma negociação diplomática que obrigaria a Síria a entregar todo o seu arsenal químico. Até pode ser uma manobra dilatória, mas há dias em que as bestas viram anjos e vice-versa.

Sem comentários:

Publicar um comentário