segunda-feira, 25 de maio de 2015

Sobre a 3ª temporada de House of Cards

Terminou no sábado a exibição da 3ª temporada em Portugal de uma das melhores séries dos últimos anos. " House of Cards", baseada na realidade britânica criada por Michael Dobbs, é uma série sobre o poder, mas não só.

Aliás, a série americana trouxe outra narrativa agregada à perfídia do poder. Os laços, a relação, a aliança, os labirintos dos Underwood (geniais Kevin Spacey e Robin Wright). Muita gente já disse que esta temporada foi a mais aborrecida e a mais débil.

Quem o diz é porque estava fascinado pela tentação e caminho do poder e suas manobras das duas anteriores. Esta última é marcada pelo casal e não pela política, pelas tentações e pulsões do ser humano. As suas ambições e frustrações . Por isso, é muito mais dura e crua que as anteriores.

A guerra, apesar de ter eleições pelo meio, é uma guerra fria entre os Underwood, violenta por vezes, cruel como pode ser a natureza humana. Uma série de emoções, sobre pessoas, mais do que sobre o poder. Por isso, mais incompreensível e menos espectacular, mas muito mais fascinante. Venha a 4ª temporada. 

Sem comentários:

Publicar um comentário