terça-feira, 24 de abril de 2012

O mito da governação de Cavaco

Nunca gostei de Cavaco Silva, considero-o o pai da crise que atravessamos, pois quando tivemos uma enxurrada de fundos comunitários, esta esfinge, por falta de visão e cultura, decidiu-se por semear alcatrão pelo País, deixou crescer como cogumelos cursos de papel e lápis, matou a economia real, a indústria, a agricultura e não tinha nenhum modelo de desenvolvimento.

Tenho escrito várias vezes sobre o embuste que é a esfinge de Belém, agrada-me quando outros vão também contribuindo para que se faça justiça e se contribua para a demolição de uma imagem falsa que construiu ao longo dos anos. Desta feita, o texto é do Luis Paulo Rodrigues.

Sem comentários:

Publicar um comentário