sábado, 14 de abril de 2012

Pecados contemporâneos

Genial prosa do Nelson Motta.

Sem comentários:

Publicar um comentário