sábado, 7 de abril de 2012

A verdade morreu e ressuscitou

Prosa do José Luis Nunes Martins, fantástica como sempre.

Sem comentários:

Publicar um comentário