quarta-feira, 11 de abril de 2012

O "spinning" do Benfica, o fracasso de Vieira e novidades de Bilbau

Como já esperava, nos dias pós-derby começaram os jornais, com a ajuda da comunicação do Benfica, a triturar Jorge Jesus. Ameaças veladas, dúvidas de Vieira, opiniões encomendadas sobre o seu falhanço, é assim que se faz atear o lume contra o treinador.

Tudo isto é uma manobra de "spinning", movida pela comunicação do Benfica e seus lacaios, para proteger o verdadeiro rosto do fracasso anunciado: Luis Filipe Vieira.

É bom que não se deixem ludibriar, Vieira é quem manda nessa colectividade. É ele que escolhe o treinador; é ele que escolhe e compra jogadores; é ele que escolhe e apoia para as estruturas do futebol e, em fevereiro, dizia que esta época a arbitragem era boa e transparente (porque é que os jornais não vão buscar estas declarações? Têm memória curta?); é ele que quer, pode e manda no clube, apesar de lá passar pouco tempo; foi ele que desprestigiou Rui Costa, lhe passou um atestado de menoridade e de incompetência.

O Benfica é uma colectividade que tem a maior dívida portuguesa no futebol, é uma das "empresas" com maior dívida na economia portuguesa, mas apesar disso gasta milhões e milhões, compra carregamentos de laterais-esquerdos (só aqui este ano eram 5) e outros jogadores, apenas para poder conquistar a Taça Lucílio Baptista.

E provando ainda mais o que digo, sobre o fracasso da gestão de Vieira, dos três grandes o clube que menos títulos tem na última década é a colectividade de Vieira. Os presidentes fazem-se com liderança e vitórias. Esta colectividade tem um senhor que faz passar a imagem que manda, com pouca categoria, diga-se, mas tem empobrecido a colectividade sem resultados. Logo, Jorge Jesus é um bom treinador, Vieira é um mau presidente.

E se nós, sportinguistas, somos muitas vezes críticos, com razão, na nossa casa, não podemos deixar passar em claro o que se passa no nosso maior rival.

PS: Tinha no meu blog dado a novidade que a direcção estava a tratar dos assuntos relativamente à deslocação a Bilbau. Obti, de manhã, via Espanha, a confirmação que o Sporting conseguiu negociar de maneira a que os bilhetes para os visitantes sejam de 40 e 65 euros (para Schalke e Manchester United foram 90 euros) por acção do Paulo Pereira Cristóvão que deixou boa imagem em Bilbau e isso é importante para o Sporting.

Sem comentários:

Publicar um comentário