sábado, 29 de setembro de 2012

A privatização da Caixa

Cada vez se fala mais da privatização da Caixa Geral de Depósitos, algo que foi o PS que teve o mérito de colocar em agenda para discussão, pela voz de António José Seguro.

Quem quer privatizar a Caixa, fá-lo por duas razões: por uma questão ideológica, de quem quer tirar o Estado de tudo, e por um estado de necessidade, para se tentarem obter receitas extra para se combater as políticas que têm falhado.

Sou contra a privatização da Caixa, e já agora, contra a privatização das Águas de Portugal. O Estado não se pode demitir de tudo em áreas-chave. E não pode fazer maus negócios. Vender hoje a CGD seria um negócio ruinoso e geraria instabilidade no mercado bancário.

Sem comentários:

Publicar um comentário