sábado, 6 de fevereiro de 2010

O Vale Era Verde

De seu nome em inglês "How Green was my Valley", "O Vale era Verde" é um dos meus filmes preferidos de sempre.

Sob a batuta de John Ford, num elenco em que só duas vedetas aparecem em pequenos papeis, George Sanders e Maureen O`Hara, constrói com segundas linhas um filme inesquecível.

Tudo se passa numas minas no País de Gales e como a crise no sector mineiro afecta um microcosmos familiar que depende das minas para sobreviver.

Uma família feliz e unida, divertida e trabalhadora que se vê separar pelos despedimentos onde sempre trabalharam. Um filme poderoso, genialmente folgazão em alguns momentos, comovente e ternurento noutros. Mas sempre com optimismo.

É um filme dos anos 40, e sei que há alguns que «não gostam de fimes antigos», sinal de pouca cultura. Mas no momento de grave crise económica, política e institucional que vivemos deixo esta sugestão para que percam duas horas para ver uma obra-prima.

Quem seguir este meu conselho, sentirá como a vida bela quando existem emoções. E esperança.

Sem comentários:

Publicar um comentário