quarta-feira, 1 de junho de 2011

Agências de comunicação na Exame

Só li ontem a peça do Adriano Nobre, na Exame, sobre as agências de comunicação portuguesas.

Nela estavam as quatro mais importantes e maiores agências: LPM, Cunha Vaz, Lift e GCI; a agência que neste momento tem mais cotadas, a BAN; e dois dos mais tradicionais no activo, Líbano Monteiro e Unimagem.

Vi o cuidado que todos os responsáveis tiveram nas declarações, evitando polémicas, e dando a sua visão pessoal de como estão no sector.

É uma peça contextual e que serve quase como dossier sectorial, mas sem grandes novidades.

A melhor tirada é do Armandino Geraldes: «acredito que não haja lugar para empresas que fazem tudo sem serem realmente boas em qualquer área».

PS: Nesta peça faltou algo: mulheres. E neste momento são a maioria das profissionais das consultoras de comunicação. E o adriano podia ter ido ouvir a Susana Monteiro da Parceiros, a 5a maior empresa do sector, a Domingas uma das profissionais mais antigas no mercado, ou a Teresa Figueira com a experi~encia de gestão de uma multinacional em portugal, como exemplo.

Sem comentários:

Publicar um comentário