segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

A arte da empatia

«Capaz de escutar com um interesse profundo um comentário sobre o tempo. Ou de repetir uma resposta pela enésima vez como se fosse uma ideia nova e elaborada só para o seu interlocutor e por causa dele».

«Duas leis da empatia que pratica com a mesma leveza como a que um mágico corta o seu ajudante em dois, depois de 30 anos praticando o mesmo truque»

Esta entrada de texto é da Vanity Fair espanhola para uma entrevista com um «profissional da amabilidade», Felipe González.

Sem comentários:

Publicar um comentário