quarta-feira, 6 de junho de 2012

Pedro Passos Paciência

Efectivamente os portugueses têm tido extrema paciência. Mas estão cansados, é o que se sente junto do país real. Fica bem ao Primeiro-Ministro esta palavra para com quem tem sofrido os deboches do socratismo e os efeitos da corrupção no BPN na pele. Sobretudo a classe média, reformados e jovens sem emprego, devido a esta austeridade que não faz crescer a economia nem o número de postos de trabalho.

Sem comentários:

Publicar um comentário