sexta-feira, 15 de junho de 2012

Luis Filipe Vieira contestado mas não interessa

Os jornais desportivos, para quem não sabe, fecham mais tarde. A AG do Benfica de ontem terminou às 23.45h, como hoje vem relatado, logo todos os desportivos tinham possibilidade de trazer informação.

Só o Record, numa linha, dá conta da contestação ocorrida na AG dessa colectividade a Luis Filipe Vieira, chamando-a de "quentinha", apesar da manchete ir para um sr. Alvaro Vazquez.

O Jogo nada traz na primeira página, isso não interessa muito, pois ainda se discutem os direitos de transmissão dos jogos e não convém irritar o sr. Vieira.

Para a Bola não é importante, optando por trazer o sr. De Jong num daqueles folhetins que faz recordar há uns anos atrás o de Tomasson que foi vendido como o melhor jogador do mundo e acabou por não aterrar na Portela.

Há uns tempos atrás escrevi no meu blog sobre a fracassada presidência de Luis Filipe Vieira, a sua falta de disponibilidade para o clube e a falta de referências do Benfica - com a excepção de Rui Costa e Shéu - na SAD e no clube, dando como exemplo três pessoas que não são adeptas: Domingos Soares Oliveira, Paulo Gonçalves e João Gabriel. Sem esquecer Jorge Jesus.

Na edição on-line da Bola leio isto (deixo o link) sobre a AG de ontem: «Após a aprovação do ponto único da ordem de trabalhos alguns dos 350 sócios que marcaram presença aproveitaram para lançar algumas críticas à gestão de Vieira, nomeadamente devido à ausência de vitórias no futebol e à existência de elementos na estrutura da SAD que não são benfiquistas». Curioso.

E mais engraçado foi Vieira, está no link, refugiar-se na formação e na vitória no basquetebol para marcar posição. Porque tem gasto milhões em negociatas para ganhar taças Lucílio Baptista. Que consolo.

Sem comentários:

Publicar um comentário