quinta-feira, 7 de junho de 2012

A Playboy que não é nada em Portugal

Veio o segundo número e continua a deterioração da marca Playboy em Portugal. O único país do mundo onde se brinca às coelhinhas... vestidas. É ridículo. Se não se despem vão para a GQ.

No Brasil, Maité Proença, Sónia Braga, Leticia Spiller, Christiane Torloni, Juliana Paes, entre tantas outras, todas tiraram a roupa. Em Portugal temos umas menininhas que se julgam actrizes e são falsas púdicas. Depois de Rita Pereira, vem uma jovem Dânia Neto nos mesmos propósitos na capa.

Playboy é Playboy. O que sai cá em Portugal é outra coisa qualquer. Tenho a certeza que o sr. Hugh Hefner não sabe disto.

Sem comentários:

Publicar um comentário