quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Adaptar a mensagem ao local

É a algo fundamental a quem faz uma comunicação. Saber a audiência e o local onde se está a falar para que não hajam surpresas.

Este intróito vem a propósito de uma notícia do Jornal de Negócios onde li que o presidente executivo do Twitter foi a Barcelona falar das potencialidades do seu negócio.

E que exemplos deu? Deu exemplos de vários notáveis que deixavam as mensagens curtas como instrumento de trabalho. Falou de artistas, activistas, desportistas.

Só que Dick Costolo cometeu um erro: deu o exemplo do uso do twitter por Cristiano Ronaldo. Resultado: foi vaiado. Esqueceu-se que estava em Barcelona, falar do Real Madrid nunca.

Sem comentários:

Publicar um comentário