sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Que mexidas nas televisões

Desde Fátima Lopes na TVI que estava aberta a época das transferências nas televisões portuguesas. Com a excepção de Manuela Moura Guedes na SIC, os golpes sucediam-se mas na área dos conteúdos e entretenimento com muitos a verem valorizados os seus passes.

A TVI estava há dois dias sem director de programas (assim continua) e sem director de informação (Júlio Magalhães continuará apenas como jornalista). Sendo o canal líder, e descansado sobre os resultados das audiências, era dali que teriam de acontecer as novidades.

José Alberto Carvalho e Judite de Sousa são grandes contratações para Queluz. Emprestam uma credibilidade muito importante a um canal que se sentia ter na informação o seu ponto porventura mais débil, face à liderança da RTP e serenidade da SIC.

Fala-se hoje em mudança de paradigma na informação da TVI, é natural que assim seja. Sem esquecer o golpe na RTP que tinha na informação e no acesso ao prime-time com o Preço Certo as suas armas mais fortes.

Agora vamos ver como reagirá José Fragoso no canal público.

Sem comentários:

Publicar um comentário