quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Sporting à Braz e os Bastonários

Tenho seguido com atenção José Braz da Silva, que hoje assumiu a candidatura à presidência do Sporting.

Aguardo as suas ideias e programa e também a sua equipa. Mas há algo que já caiu bem no universo leonino: O ter dito que não aceita remuneração enquanto presidente do Sporting.

Não me choca que um Presidente seja remunerado ou receba prémios de gestão. Aliás, outras duas respeitáveis instituições, Benfica e Porto, seguem modelos distintos nesse capítulo. Luis Filipe Vieira nada aufere, Pinto da Costa tem salário e prémios.

Mas algo que chocava os adeptos leoninos era o salário de Bettencourt com tão parcos resultados. O empresário segue pois outra via, mas mantendo que em determinadas áreas deve haver profissionais bem recompensados pelo seu trabalho em prol de uma tão grande instituição e marca como é o Sporting.

Noutro campo, uma palavra sobre os Bastonários dos advogados e médicos. Marinho Pinto e José Manuel Silva, oriundos da mesma região, a primeira preocupação que tiveram foi atribuir um salário a si próprios sendo os primeiros nessas instituições a fazê-los. são caminhos.

Sem comentários:

Publicar um comentário