quinta-feira, 31 de maio de 2012

A falta de ordem em Lisboa

Vou dar um exemplo que todos os que vivem ou trabalham em Lisboa conhecem: é uma vergonha andarem uns andarilhos, bêbedos e drogados, com cães à solta na Baixa. Não é bom para a imagem da cidade e é naquela zona que se concentra a maior parte do turismo.

Nunca vi a Câmara de Lisboa nem a Polícia Municipal a intervir e a pedir alguma contenção. É uma cobardia política, pois tem-se medo que os ditos andarilhos vão para a televisão dizer que houve repressão e depois perdem-se uns votos.

Depois, leio aqui que os Ocupas da rua de São Lázaro se recusam a reunir com a vereadora da Habitação, que habitualmente é condescendente com este tipo de cavalheiros e noutros tempos ia fazer comícios políticos com outros Ocupas. É uma falta de ordem e respeito que nada tem a ver com a liderança que uma cidade precisa.

Por último, leio que vamos ter mais um espectáculo de Tony Carreira, na sequência de mais porcos, couves e vacas numa das artérias principais da cidade e que até está a ganhar um novo fulgor: o Terreiro do Paço. Uma manobra publicitária  de uma marca de hipermercados que o ano passado levou ao encerramento, por quatro dias, da Avenida da Liberdade. Lisboa é isto: falta de visão global, falta de ordem, gestão casuística e inúmeros actos circenses. Lá vai Lisboa...

Sem comentários:

Publicar um comentário