segunda-feira, 5 de julho de 2010

Consultores de comunicação e RP`s despidas

O Salvador acha que quando eu falo da APECOM é para a atacar. Não é verdade e, aqui, não é o caso.

Não sei se a APECOM já se pronunciou sobre este assunto, se o fez, publicitarei. Mas devia tomar uma posição, até porque isso tem a ver com o estatuto de quem trabalha em Conselho em Comunicação.

Muitas empresas recorrem a RP`s para conseguirem reunir vip`s para promoverem o seu trabalho de comunicação. Perfeitamente normal.

Mas tem surgido uma tendência que considero perigosa. Que é a de um grupo de senhoras (em maior número) e senhores se apresentarem como RP`s e apresentarem propostas na área da assessoria mediática.

Não sei se têm alguma experiência na matéria, mas muitas delas já se despiram nas revistas para homens e “del corazón”.

Depois reúnem um grupo de amigas e amigos (sempre os mesmos), têm dois ou três fotógrafos a quem vendem os exclusivos da sua vida pessoal (interessantíssima como imaginam) e que lhes dão cobertura.

Fazem-se umas fotos com uma série de pessoas mediáticas (para consumo popular) e a coisa está feita.

Acho que era importante separar bem as águas entre quem trabalha profissionalmente em conselho em comunicação e estas RP`s especialistas em mostrar o corpo. Acho que o mercado agradece.

Sem comentários:

Publicar um comentário